Dicas para conservar baterias de notebooks

A matéria anterior sobre conservação de baterias gerou uma certa polêmica e alguns comentários contrários a algumas de nossas recomendações. Como uma forma de complementar o que foi dito anteriormente e de, talvez, deixar mais clara as nossas sugestões, resolvemos publicar esta outra, que enumera 10 dicas importantes para você tirar o máximo de proveito deste item que, talvez, seja o mais caro componente de um PC móvel.

Mobilidade é tudo
A principal vantagem de se ter um computador portátil é desfrutrar da liberdade de poder carregá-lo para outros lugares com facilidade e utilizá-lo por um determinado tempo sem a necessidade de conectá-lo a uma tomada elétrica, durante uma viagem de carro, avião ou à mesa de um cybercafé, por exemplo. A bateria é, portanto, a parte mais importante do seu aparelho.

Com o tempo, é normal que a bateria comece a descarregar rapidamente até que, finalmente, ela “morra”, incapaz de segurar carga. Neste caso, não há o que fazer a não ser substituí-la por uma nova. Porém, tomando os devidos cuidados, a vida útil de uma bateria pode se estender bastante.

Alguns cuidados simples como, por exemplo, manter poucos aplicativos abertos, podem tornar o processo de descarregamento da bateria mais lento. Outros cuidados “físicos’, como não deixá-la esquentar demais ou carregá-la corretamente, também contribuiem para sua longevidade.

Abaixo, você poderá conferir algumas dicas que o ajudarão a economizar a bateria do seu laptop e assim adiar um pouco mais o inevitável e fatídico dia em que ela morrerá definitivamente.

01. Diminua o brilho
Quanto mais claro estiver o brilho na tela de LCD do notebook, mais energia da bateria ele irá consumir. A configuração de alteração do nível de luminosidade das telas varia de computador para computador. Mas, em alguns casos, ela pode ser acessada através da combinação de teclas Fn+F9. Leia o manual de instruções do seu PC portátil para saber como proceder.

02. Modere nas tarefas
Como você já deve saber, o processador do seu computador consome energia. Um número muito grande de tarefas e processos abertos faz com que a bateria do laptop se esforce mais para atender a todos os “pedidos” do processador. Por isso, quando você for ficar em um local impossível de se conectar à rede elétrica, abra o menor número de programas que puder. Feche também aqueles processos que são iniciados com o Windows, mas que não serão utilizados num primeiro momento. Uma das maneiras de se fazer isso é digitando a sequência [Ctrl]+[Alt]+[Delete] e clicando em “Gerenciador de Tarefas”. Na aba “Processos”, clique com o botão direito sobre algum executável indesejado e selecione “Finalizar Árvore de Processos”.

Obs.: Tenha certeza de estar encerrando um processo/aplicativi realmente desnecessário, caso contrário, você poderá sofrer com algum tipo de instabilidade ou comportamento inesperado do computador.

03. Desabilite a rede wireless e recursos bluetooth quando não for utilizá-los
Deixar o bluetooth ou a rede sem fio ativados, ao contrário do que muita gente imagina, também gasta bateria extra. Claro que, na maioria das vezes, você necessita da rede wireless para acessar outros computadores da rede ou internet. Mas, em momentos em que o uso da rede não for importante, vale a pena desabilitá-la.

04. Sem superaquecimento
O calor é algo realmente prejudicial para sistemas computacionais, principalmente para notebooks. A miniaturização de componentes, algo extremamente importante para a mobilidade deste tipo de aparelho, faz com que a dissipação de calor seja mais difícil. Neles, os coolers (ventoinhas) costumam ficar nas laterais e na parte de baixo, de modo a liberar o excesso de calor. O grande problema é que, com exceção de mesas retas e de material frio (como mármore), qualquer superfície pode superaquecer o notebook. Trabalhar deitado na cama e deixar o aparelho sobre as cobertas é o mesmo que atear fogo nele. Na verdade, qualquer superfície que impeça o escape do ar pelos coolers é altamente prejudicial, inclusive para a bateria. Ela é afetada porque os coolers, por não conseguirem diminuir o calor, acabam por acelerar suas atividades, gastando, assim, muito mais energia do que o habitual. É bom lembrar que não é impossível que um notebook venha a pegar fogo ou a bateria a explodir caso temperaturas extremas sejam alcançadas. Há inúmeros casos, basta pesquisar no google para conferir…

05. Cuidado nas primeiras recargas
Apesar das regras das primeiras recargas variarem de uma marca de laptop para outra, vale a pena um lembrete para que você leia o manual de instruções e saiba como proceder. Normalmente, quando o notebook sai direto da loja, pede-se que sua bateria seja recarregada por um período entre 8 e 12 horas seguidas. Algumas marcas sugerem, em seus manuais, que não apenas a primeira, mas as três recargas iniciais tenham durações longas.

06. Dica para efetuar poucos ciclos
A matemática aqui é simples: quanto menos ciclos de recargas você executa, mais sua bateria dura. Para fazer essa conta funcionar, existe um truque que pode diminuir muito a quantidade de recargas.

O primeiro passo é utilizar a bateria do seu notebook até que ela chegue a 1% apenas. Então, carregue-a novamente até chegar em 100%. Utilize-a normalmente mas, quando o indicador da bateria estiver em 50%, tire-a do notebook e guarde-a. Passe o resto da semana com o laptop apenas conectado à tomada.

No final da semana, reconecte a bateria e use o notebook até que ela chegue a 1%. Então, coloque-a para carregar novamente. Quando a carga estiver completa, use seu notebook na bateria até que ela chegue aos 50%. Tire-a do notebook e guarde-a de novo. Repita esse processo semana após semana.

Dessa forma, a economia de ciclos de recarga é enorme. Se você utilizasse a bateria todos os dias após carregá-la, teria de realizar cerca de 7 ciclos por semana (com uma carga diária, em média). Com a dica acima, apenas uma recarga semanal. Obviamente, nem sempre essa dica pode ser seguida religiosamente, pois às vezes, há a necessidade de levá-lo a algum lugar onde o uso da bateria se faz necessário. Mas, se você passa 90% do tempo com seu laptop em casa ou no escritório, essa dica vale a pena. A cada 15 ou 20 recargas, é bom realizar um ciclo completo (use até 1%, carregue até 100% e depois use até 1% novamente).

Entretanto, existem algumas recomendações para essa dica: não fique tempo demais sem colocar a bateria. As células de Li-ion descarregam energia sozinhas e, se você não usá-la por muito tempo, a bateria pode ficar completamente descarregada, causando problemas sérios (leia box abaixo para saber mais). Essa dica pode funcionar, também, com a bateria dentro do notebook, mas é recomendável que você não a deixe conectada por uma quantidade excessiva de tempo, como mais de duas semanas seguidas, por exemplo.

07. Opções de energia
As versões mais recentes do sistema operacional Windows sempre trazem configurações para economizar energia. No Windows XP, acesse o “Painel de Controle” e clique em “Opções de Energia”. Na janela “Propriedades” de “Opções de Energia” que se abrirá, na aba “Esquemas de Energia”, escolha “Portátil/Laptop”. Mais abaixo, nas opções “Desligar o Monitor”, “Desligar os Discos Rígidos” e “Sistema em Espera”, coloque os minutos mais adequados para seu uso. Coloque números baixos, principalmente em Usando Baterias, para que haja economia de energia nos pequenos momentos de ociosidade do seu notebook.
No Windows Vista e no Windows 7, acesse o “Painel de Controle” e clique em “Opções de Energia”. A diferença do Vista em relação ao XP é a seleção do plano de energia. São três planos: “Economia de energia”, “Equilibrado” e “Alto desempenho”. Há um medidor de economia de energia e outro de desempenho. Selecionar “Economia de energia” irá diminuir o desempenho da máquina, mas sua bateria irá durar muito mais.

08. Remova periféricos
Pode não parecer, mas todos os dispositivos removíveis do seu notebook (como CDs, DVDs, conexões USB etc.) gastam energia considerável. Os CDs e DVDs, em especial, são os maiores consumidores de bateria. Evite utilizá-los quando não estiver próximo a uma tomada elétrica. Chaveiros USB, mouses e até mesmo MP3 players conectados também são grandes ladrõezinhos de energia. Portanto, evite ligar muitos aparelhos em seu notebook, a não ser que seja extremamente necessário. Também é importante não deixar discos dentro do seu drive de CD ou DVD se não for utilizá-los. Eles podem ser acionados por engano ou serem lidos pelo sistema operacional no momento em que o computador é iniciado, e isso gasta energia.

09. Melhor hibernar do que esperar
Outra boa dica de economia de bateria está na opção que você escolhe para tempos maiores de ociosidade do seu laptop. Existem duas opções principais: deixar o computador no Modo de Espera ou ativar a Hibernação.

O Modo de Espera desligará a tela e o HD do seu notebook. Porém, a memória continuará a funcionar (guardando os dados da memória do sistema) e, assim, gastará energia. Já na Hibernação, todas as configurações atuais são salvas no disco rígido e seu computador portátil é desligado de todas as funções, inclusive a memória.

Ambos possuem prós e contras. Sair do modo de Hibernação é mais vagaroso do que voltar do estado de Espera; mas a Espera não salva seus arquivos e configurações abertas e, por isso, se a bateria acabar durante esse processo, você perderá as alterações não salvas.

Para ativar qualquer uma das funções no Windows XP, basta clicar no botão “Ligar/Desligar” do Windows e selecionar a opção correspondente. Caso a Hibernação não esteja ativada, entre novamente em “Opções de Energia” (dentro do “Painel de Controle”) e, em Hibernar, marque a opção Ativar Hibernação.

10. Opções avançadas de energia para o Vista e para o Windows 7
Se você não ficou satisfeito com nenhuma das três configurações do Windows Vista para economia de energia da bateria, é possível criar um plano de energia personalizado. Abra o “Painel de Controle” e clique em “Opções de Energia”. Na tela “Selecionar plano de energia”, clique em “Criar um plano de energia”, localizado na barra de menus à esquerda da janela. Dê um nome ao plano, selecione um dos três modos e clique em “Avançar”. Em seguida, escolha o tempo desejado em “Desligar vídeo” e “Suspender atividade do computador” e clique em Criar. Ele estará junto aos outros planos já existentes. Clique em “Alterar configurações do plano”. Em seguida, clique no link “Alterar configurações de energia avançadas” para abrir a janela com mais opções. Clique em OK após concluir as configurações.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s